Centro de Cidadania Digital de Marvila

 

O piloto do Centro de Cidadania Digital foi realizado em Marvila e inaugurado no dia 4 de Novembro de 2015, resultado da parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa, a Junta de Freguesia de Marvila e o CDI Portugal. Em Marvila o CCD teve 20 projetos de ação social e disponibilizou aos cidadãos marvilenses ferramentas tecnológicas para resolução de problemas, aliou ainda um projeto de Internet of Things com crianças refugiadas e crianças de outras instituições. O projeto centrou tanto na população sénior como jovem e refugiada. Teve o seu evento final a 8 de Junho de 2016.

Os projetos do CCD de Marvila

CDI Comunidade Sénior: Os seniores de Marvila desenvolveram duas propostas para o Orçamento Participativo de maneira a resolver a falta de iluminação no acesso à estação ferroviária Braço de Prata.

CDI Comunidade Jovem Intervir: Márcio, um dos jovens do Intervir, em Marvila, criou um vídeo de depoimentos dos utilizadores como forma de sensibilização dos problemas do Apeadeiro de Marvila.

CDI Comunidade Jovem Prodac: Os jovens da Sta. Casa da Misericórdia de Lisboa – Prodac, apaixonados pela fotografia, fizeram uma exposição de sensibilização sobre as duas faces de Marvila, a boa e a menos boa.

CDI Comunidade CACR: Os jovens da CACR (CPR) criaram os seus cartões de visita com qr codes associados a um currículo e conta de LinkedIn de forma a terem mais ferramentas de procura de trabalho/cursos profissionais e assim se integrarem socialmente.

Things for Good: J. Walter Thompson, Yoggi, Jake the Maker e CDI Portugal aliaram a metodologia CDI à Internet das Coisas. Jovens da CACR, Maximiliano Kolbe e Prodac, criaram uma garrafa yoggi para combater o bullying. A partir da ação de girar a tampa da garrafa, um sinal de alerta é ativado de forma a sinalizar momentos de bullying. Foi ainda possível para o grupo ouvir Nathalie Julia da Yoggi.

Microsoft: Com sessões de Internet mais segura.

Nova IMS e Digital Divide: Com workshop de Exclusão Digital.

Workshop de Robótica: Com Professor Carlos Almeida.

Fundação PT e o Projeto Comunicar em Segurança

Parceiros