A maior e mais importante conferência global sobre tecnologia – Web Summit – recebeu o Apps for Good no painel «Building for an Era of Makers» na conferência Future Societies com a participação de Iris Lapinski – co-CEO do Apps for Good -, o Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues e o professor Luís Fernandes do Agrupamento de Escolas do Freixo (moderador).

Com uma participação de 20 minutos, destacamos apenas alguns pontos que foram levantados:
Como se define um Maker e qual a sua importância nos dias de hoje? Como é que a tecnologia se relaciona com um Maker? Como introduzir este conceito no sistema educativo? Como se interliga com o Apps for Good?
Para Iris Lapinski, um Maker ou um Fazedor é alguém que identifica um problema e cria uma solução para o resolver. Tiago Brandão Rodrigues compara este movimento de makers como um efeito MacGyver, adicionando que, de facto, podemos partilhar globalmente o que acontece localmente.

Para o Ministro da Educação um Maker nunca o será se não for um conhecedor e um comunicador, sublinhando que é imperativo ouvir o que os próprios alunos têm a dizer sobre inovação e tecnologia, pois as comunidade educativas têm muito a aprender com eles. Discursa ainda sobre a necessidade de flexibilizar o ensino e adaptá-lo às novas necessidades da sociedade da informação. Iris Lapinski considera necessário adaptar as novas áreas de conhecimento ao ensino e às escolas, dando hipótese aos alunos de atuarem na sociedade.
Todo este painel foi pautado pela ideia de combinar o conhecimento com a prática para gerar novas coisas.

A assistir ao painel esteve a equipa de alunos do Agrupamento de Escolas de Nelas, criadora da app Cook Wizard, vencedora do Prémio Público Apps for Good 2015/2016, o Diretor-Geral da Educação Dr. José Vitor Pedroso e Maria João Horta da EDUCOM.

Priscila Andrade